Você está aqui: Página Inicial / VEREADOR SOLICITA AO EXECUTIVO INFORMAÇÕES SOBRE CIRURGIAS ELETIVAS

VEREADOR SOLICITA AO EXECUTIVO INFORMAÇÕES SOBRE CIRURGIAS ELETIVAS

Entre outros questionamentos, Rogério Campos Machado deseja saber o número de cirurgias eletivas feitas desde 1º de janeiro de 2022 até a presente data.

Durante sessão ordinária da Câmara Municipal de Leopoldina, realizada no dia 18 de outubro de 2022, foi aprovado um requerimento solicitando ao Poder Executivo informações sobre cirurgias eletivas. A proposição foi apresentada pelo vereador Rogério Campos Machado (PSC).

No documento, o parlamentar pergunta quantas cirurgias de hérnia, vesícula, vasectomia e ligadura ginecológica foram realizadas no período de 1º de janeiro de 2022 até a presente data, utilizando os recursos devolvidos pela Câmara Municipal.

Houve também questionamentos sobre o valor pago pelas cirurgias até a presente data, quanto ainda resta do valor devolvido pelo Legislativo e onde foram realizadas as cirurgias. O vereador ainda requereu cópia de todos os documentos comprobatórios das solicitações feitas, tais como notas de empenho, notas fiscais, cheques, extratos de contas bancárias.

Ao justificar sua iniciativa, o vereador afirmou que tem sido procurado por muitas pessoas solicitando a realização de cirurgias. Ele explicou que essa obrigação pertence ao Governador de Minas e que, em virtude do repasse de R$800 mil reais da Câmara para a Prefeitura, a responsabilidade pela realização das cirurgias eletivas passou a ser também do Prefeito Municipal. O vereador lembrou o compromisso assumido pelo Chefe do Executivo de zerar a demanda por cirurgias eletivas, mas frisou que, na realidade, isso não aconteceu.

Rogério Machado salientou que a expectativa era de que, com o repasse da Câmara, a Prefeitura também destinasse recursos próprios para eliminar esta demanda por cirurgias eletivas. Ele lembrou que foi o autor da indicação para que a Câmara repassasse recursos para o Executivo a fim de realizar as cirurgias eletivas e disse ser necessário cobrar sempre pela realização dos procedimentos cirúrgicos. Ele concluiu afirmando que entre deixar a cidade bonita e tirar a dor de uma pessoa, ele opta pela segunda opção.

Após as discussões regimentais, o Requerimento nº 106/2022 foi aprovado por unanimidade.

(Foto ilustrativa disponível na Internet)

error while rendering plone.comments
Transparência

Mídias Sociais

Parlamento Jovem

TV Câmara

Posto de Identificação

Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo