Você está aqui: Página Inicial / INCLUSÃO EM LEOPOLDINA É DEBATIDA NO PRIMEIRO ELEJUF ITINERANTE

INCLUSÃO EM LEOPOLDINA É DEBATIDA NO PRIMEIRO ELEJUF ITINERANTE

Um dos momentos mais marcantes do encontro ocorreu durante os depoimentos dos alunos e dos representantes da APAE que estavam presentes no plenário.

A Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Juiz de Fora começou uma nova série de debates entre as Câmaras parceiras da Zona da Mata e Vertentes. A primeira edição do Encontro Elejuf Itinerante abordou, na tarde desta quarta-feira, dia 09 de novembro de 2022, a experiência de inclusão das pessoas com deficiência no âmbito do Parlamento Jovem de Minas (PJ) pela Câmara Municipal de Leopoldina (CML).

A primeira expositora foi a vereadora de Leopoldina Maria Inês Xavier de Oliveira, que fez um relato sobre a inserção dos adolescentes da APAE Leopoldina, que atuam desde 2019 como integrantes do PJ Minas, projeto de educação para a cidadania e política de iniciativa da Assembleia de Minas Gerais (ALMG). “Acho que o resultado foi surpreendente e, hoje, vemos que a proposta do PJ Minas auxiliou muito o desenvolvimento dessas pessoas com deficiência [PcD]”, disse ela. Do total de 30 participantes do PJ Minas em Leopoldina, cerca de 10% deles são PcD.

O médico pediatra e vereador da CMJF Dr. Antônio Aguiar abordou de forma didática a situação de invisibilidade enfrentada pelas PcD, ressaltando a importância da iniciativa de Leopoldina. “A Câmara de Leopoldina é um exemplo de como podemos ampliar a visão da sociedade permitindo às PcDs ter mais acesso aos direitos e à qualificação. Desta forma a CML pode trazer a visibilidade e a verdadeira inclusão em projetos, como o PJ Minas, de forma a potencializar as habilidades dessas pessoas”, disse o vereador. 

Ao lembrar que Dr. Antônio foi pediatra do seu filho, o ex-presidente da APAE Leopoldina e atual vice-presidente da Câmara Municipal, José do Carmo Fófano Vieira, falou da sua experiência pessoal como pai de uma criança com deficiência e de como a Casa Legislativa conseguiu quebrar barreiras e incluir as PcDs no PJ Minas em Leopoldina.

Um dos momentos mais marcantes do encontro ocorreu durante os depoimentos dos representantes da APAE que estavam presentes no plenário. Os alunos Maria Cristiana de Oliveira e Igor dos Santos Félix (foto) comentaram sobre o aprendizado que tiveram durante as ações do PJ Minas. A diretora Maria Célia e a professora Deise da Silva Patrocínio relataram o trabalho desenvolvido na APAE e a importância dessa iniciativa de inclusão dos alunos no Parlamento Jovem que ocorreu em 2019, durante a gestão de Waldair Barbosa Costa como Presidente do Legislativo, o qual também relatou as dificuldades para implementar essa ação.

Rodrigo Junqueira Reis Pimentel, atual presidente da Escola do Legislativo da Câmara de Leopoldina, participou do encontro de forma online e destacou que a pauta da inclusão é necessária e o município tem dado exemplos neste sentido.

Ao final do encontro, a gerente geral da Escola do Legislativo da ALMG, Ruth Schmitz de Castro, lembrou que o tema do Parlamento Jovem de Minas 2023 será "O jovem e o mercado de trabalho". Ruth acredita que a inclusão da PcD no mundo do trabalho deve ser inserida neste amplo debate do próximo ano. “Algo realmente extraordinário foi essa iniciativa de Leopoldina de inserir PcDs no projeto PJ Minas. Além de permitir a convivência com a diferença, a proposta do PJ Minas de Leopoldina deve ser cada vez mais propagada e chamou, inclusive, a atenção de outros municípios mineiros”, concluiu.

(Fonte: CMJF com adaptações)

error while rendering plone.comments
Transparência

Mídias Sociais

Parlamento Jovem

TV Câmara

Posto de Identificação

Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo